Gravidez-pais-filhos · pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Uncategorized

Grávidos e recém-pais

AOS GRÁVIDOS e RECÉM-PAIS Tenho acompanhado de perto algumas grávidas e recém- mães neste período de quarentena. Independentemente de todas as emoções positivas inerentes à gravidez, o estado de emergência vem tirar alguma graça ao estado assim chamado. Na realidade, o papel do pai começa muito antes de atravessar as portas da sala de partos.… Continue reading Grávidos e recém-pais

pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Como lhes explicamos isto?

Como explicamos isto aos nossos filhos? A forma como devemos explicar o que se passa aos nossos filhos terá de ter em conta, quer a sua idade, quer o seu nível de compreensão.  Claro que queremos proteger os nossos filhos, mas esconder-lhes a existência do vírus ou camuflar a informação não é a melhor estratégia.… Continue reading Como lhes explicamos isto?

Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

De Pernas para o ar

De pernas para o ar! Quando já troco os dias, eis que muda a hora. Adita-se mais um pouco a desordem dos dias e adianta-se a hora para, imagine-se, melhor aproveitar as horas de sol… Não tenho memória da última vez que perdi a conta dos dias. Nem o autoinfligido banir do relógio durante, no… Continue reading De Pernas para o ar

pais e filhos · Uncategorized

Desfralde

“Ajuda”? O desfralde é uma fase delicada do desenvolvimento físico e psicossocial das crianças. A forma como o processo é abordado pelos pais e educadores pode influenciar de forma determinante a auto-imagem e a auto-estima das crianças. O constrangimento causado pelo desfralde precoce, a punição e a comparação com outras crianças (mesmo com irmãos!) não… Continue reading Desfralde

Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

E o tal equilíbrio?

E o tal equilíbrio? O assunto despertou-me particular atenção após o fim da licença de maternidade e o regresso à vida profissional (fora de casa, bem entendido!….). Arrebatou-me a quantidade de teorias mais ou menos líricas e mais ou menos fatalistas sobre o tema. Ainda hoje, surpreende-me a enxurrada de diretrizes para encontrar o tal… Continue reading E o tal equilíbrio?