Gravidez-pais-filhos · Pensamentos soltos

“As vozes”

As “vozes”

No que toca a gravidez, não há vivalma que não opine, entenda ou alvitre.

Não há quem não se pronuncia, decrete, julgue ou determine.

Cada cabeça sua sentença!

É sobejamente conhecida “a voz” omnipresente que assombra os ouvidos da recente mamã. “A voz” (a homofonia com “avós” não será mera coincidência, mas não é exclusiva aos mesmos, ou até mais “às mesmas”…). Vem de várias fontes, ouve-se em diferentes contextos e sobre diferentes temáticas: Como deve vestir o bebé (“está cheio de frio, de certeza!…”), como deve adormecê-lo e alimentá-lo…

Dou-me agora conta de que este fenómeno acontece muito antes de o bebé nascer mas assim que a barriga da futura mãe começa a fazer-se notar…

E começa logo por aí: pela barriga! Desde cedo, (con)form(e) a (é) mais arredondada (é menina!) ou mais empinada: “é menino, de certeza”!… Os terceiros, possuidores de visão raio X, ditam assim se a este se junta outro X ou um Y completando a combinação cromossomática do bebé que aí vem!

Mais para diante, “as vozes” sabem quando a barriga está grande demais, pequena demais ou mais descaída do que deveria…

“As vozes” da sabedoria não se inibem de sentenciar sobre o que a grávida deve ou não vestir (porque a roupa apertada sufoca o bebé, os saltos altos fazem varizes e o saltos rasos também não são adequados…) e o que deve ou não comer.

Esta última poderia era merecedora de um post exclusivo. Apenas uns “ecos”: “a grávida deve comer por dois”; “a grávida deve comer muitos doces para o bebé se mexer”; “a grávida deve beber cerveja preta para estimular a produção de leite”…

Sabem ainda interpretar a sintomatologia da grávida e estabelecer associações com as características do bebé (se tem azia é certamente porque o bebé é cabeludo!…).

As “vozes” têm ainda um código de conduta para a grávida: não deve fazer exercício físico, deve manter-se em regime celibatário, não vá o bebé ficar afetado com o afeto ativo dos pais…

E depois dizem as vozes que a grávida está hipersensivel… “É falta de vitamina D!…”

 

 

Anúncios

One thought on ““As vozes”

Deixe uma Resposta para Paula Oliveira Santos Teixeira Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s