Uncategorized

Co -sleeping??…

Não sou adepta do cosleeping. Desculpem-me os defensores desta prática.
Tradicional, velha guarda, old school se quiserem mas tenho esta convicção teimosa de que as crianças devem aprender desde cedo que têm o seu espaço, assim como a mãe e o pai também o têm e que isso é uma coisa boa. Sim, é uma coisa boa sentir que a nossa cama é só nossa e, tal como o cartão do cidadão, pessoal e intransmissível. É engraçado como disputam tudo mas têm sobre a própria cama um sentimento de pertença tão forte que jamais se vislumbra sequer a hipótese de trocas ocasionais.
Mais, acredito que é organizador a criança acordar no mesmo espaço em que adormeceu. Pensemos nisto quando o bebé/criança acorda durante a noite e a tendência imediata é levá-la para a nossa cama… Porém, também sou contra fundamentalismos e com febre deixamos cair a convicção e a doutrina e é um “saturday night fever”, dure o tempo que durar. Vale tudo: mãos na cara, pés na barriga, cabeça para os pés, pés para a cabeça… Polvo, canguru, koala… E mimo em barda…
Que este antibiótico não é como aquele que está no frigorífico, não tem dose nem horas certas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s