Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Give me five!!

Raramente deixo passar datas simbólicas. Porém, não me lembro do dia exacto em que o meu irmão me anunciou que ia ter um bebé!… Lembro-me que era um dia de sol!… (o sol está lá sempre nestes momentos marcantes… Começo a achar que construo falsas memórias e que o sol é um elemento metafórico que dá luz e brilho às memórias)…
“Vamos ter um bebé!”, disse o meu irmão. Não contive as lágrimas e saltei para o seu abraço! (Dei-lhe ali a conhecer o que seria tão depressa não vir a ter a t-shirt com o ombro livre de secreções!… )
O meu irmão pequenino…(foi sempre o meu irmão pequenino, contra a lógica dos poucos anos que nos separam) ia ter um bebé! Não sei o dia exacto, tão pouco as horas, mas a partir daquele segundo, o meu coração aconchegou este bebé!
Quem tem irmãos (e andou com eles à bulha pelo assento do carro, disputou o comando da TV e partilhou em simultâneo a cama dos pais) conhece este sentimento visceral.
Este “bebé” pode, a partir ir de hoje, abrir a mão toda sem escolher os dedos para dizer quantos anos tem!… E só podia vir dizê-los ao mar!…

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s