pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

As picas!

Sim, sou maricas!
As agulhas nunca foram as minhas melhores amigas.
As de linha… Bom, a minha irmã ficou com o jeito dela e com o meu.
Quanto às outras, ainda hoje tenho de virar a cara na hora H… (que, na realidade, são segundos, ou largos minutos, porque todo aquele “mise en place” leva o seu tempo…) Arregaçar a manga, apalpar a veia, torcer nariz da enfermeira, “humm…” da infermeira... (porque é que as tipas tinham também que ser bailarinas?! Invejosas!!) Quando a coisa é com eles, pergunto infantilmente à enfermeira: “posso ser eu a levar pica?” Infelizmente, isto não se dá por osmose!… E lá trauteio uma canção que lhes seja familiar para os (ou me) distrair e fazer das picas uma coisa menos má. Mas, caraças, o “pica do 7” (ouvem @antonio.zambujo desde embriões!…) não tem nada a ver com isto!… “Já tá”! Autocolante de mérito (sou a favor dos selos de bom comportamento distribuídos aos pais) e suspiro de alívio. Sacudo os suores frios, seco-lhes as lágrimas e, logo de seguida, são vítimas de uma verdadeira INJEÇÃO (chamemos as coisas pelos nomes) de amor! “Vamos pass
esar!” E sim, hoje há gelatina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s