pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Avós, os pais com açúcar!

Avós, os “pais com açúcar”.
Designação feliz, esta!
Não diz (só) respeito aquele açúcar branco, refinado que, de repente, passa a ser permitido não apenas nos dias de festa!… É o doce dos diminutivos que lhes desconhecíamos do léxico gramatical…
Os “deixa lá”, “só desta vez”, os “coitadinhos” que nos pasmam vindos de onde vêm!… (Pai? Mãe? És tu? Então e quando era comigo?…)
As músicas que não esqueceram…
O “és tal e qual tu em pequenina”, contra todas as evidências objectivas…
O ficarem do tamanho deles quando é bom e ser grande quando é preciso.
E nós, agora os pais (aqueles a quem cabe o “não”) na primeira plateia, mas a ver de longe a nossa infância…
Venha o açúcar, esse doce veneno!

(o texto debruça-se sobre os avós em geral, não sobre este avô destes netos em particular) 😉

IMG_20191031_205801_236

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s