Uncategorized

O pai natal não existe?

Lembro-me bem do dia em que deixei de acreditar no Pai Natal. A bem dizer, era de noite e os dias que lhe antecederam com perguntas recheadas de raciocínio lógico sobre a sua existência já traziam um desacreditar.
Nessa noite de Natal, esta criança desembrulhou o rol de perguntas que a inquietavam e confrontou os pais, sentados no banco dos réus, com os factos e incongruências que a inqueitavam.
Em jeito de um assumir de culpa, e depois da troca de um olhar cúmplice e consentimento mútuo, contaram-me a verdade… A verdade deles!
Achava-me na cozinha (a larga maioria das minhas memórias passa-se aqui) no meio dos sonhos de natal. Irónico!… E a verdade é que deixei aquela cozinha a achar-me gente grande que agora vestia a missão de manter a fantasia para os irmãos mais novos.
Hoje, não é noite mas é dia e dia de sol! E um adulto hoje criança faz chocolhar tachos para para provocar corridas extasiadas à cozinha à procura do barrigudo!
E da cozinha o mesmo cheiro a sonhos com canela e açúcar… Hoje é o dia em que voltei a acreditar no Pai Natal!IMG_20191224_122012_240.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s