Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Perdoar uma Traição?

TRAIÇÃO
Passo a citar: “Acredita que é possível perdoar uma traição, mesmo que pequena?”
Confesso que a pergunta me desconcertou. Não sei o que é uma “traição pequena”. Desconheço medidores, escalas ou indicadores. O que faz qualificar (ou antes, quantificar) uma traição como grande ou pequena? Como se deu? O número de vezes? Com quem se deu?
Uma traição é ou não é. Mas lá se vai a dicotomia da coisa se tivermos em conta que não existe uma definição global do que é a traição. Traição significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Se, para uns, a traição é consumada com as “vias de facto” fora da relação, para outros uma relação cibernética também o é.  Se um galanteio é implícita e tacitamente consentido para uns, para outros poderá ser a mais obscena das condutas.
Constato que a maioria dos casais não discute, entre si, esta diferença de padrões e pressupõe, erroneamente, que o que um não considera ser uma traição, o outro também não o considerará.
Centrando-me na questão propriamente dita, e respondendo de forma direta: Não, não acredito.
A confiança é pachorrenta, leva tempo a ser conquistada, mas pode cair por terra no pestanejar mais veloz.
O coração que confia é um coração indefeso, não no sentido de frágil, mas no sentido de se atrever a descurar as defesas. E se descura, não há cura para um coração ferido.
Pode até, racionalmente querer perdoar, pôr um bypass, fazer clear e dar uma nova batida, mas será sempre outra e não mais a mesma
Pôr corretor, rebobinar ou não tocar no assunto como se ele não tivesse existido? É assim uma espécie de colar com cuspo, e o “não assunto” voltará a sê-lo, sempre que o outro se esquecer de levar o lixo.
Voltar a confiar de olhos fechados?
A confiança é tão impagável que, uma vez perdida, dificilmente poderá ser recuperada.
E a confiança perde-se no momento em que a traição é descoberta? Não, muito antes. É que antes, quem enganou já deixou de querer guardar a confiança do outro como o bem mais avultado. E esse não querer, em que o outro não quer crer, é o que mais lacera aquele músculo.
#confianca; #traição; #perdoar; #perdoarumatraicao; #casal; #psicólogaIMG_20200422_145121_071

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s