Gravidez-pais-filhos · pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas

Se não os tivesse

Penso muitas vezes em como seria a minha vida se não os tivesse. 
E, ainda que não apregoe aos quatro ventos, sei que a maioria, se não a totalidade, dos pais o faz.  
O tempo sem régua é talvez o luxo de que mais me custa abdicar. 
Entregar-me à displicência de uma sesta sem hora marcada, à preguiça de um domingo de sofá, à negligência das desoras ou ao repentismo de um check-in qualquer…
Acontece que, por cada subtração, há uma soma desmedida de ganhos. Por isso vos digo que quando ACRESCI ao ser mulher o ser mulher, houve, nesse dia, três partos: o vosso e o meu. 
Obrigada por terem parido uma mãe que vos ama acima do que julgava saber do amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s