Gravidez-pais-filhos · pais e filhos · Pensamentos soltos · Relações humanas

Um bebé prematuro

Um bebé prematuro nunca deixa de o ser. 
Por muito que digamos, a nós e aos outros, que #japassou , a verdade é que é difícil desvincularmo-nos daquele tempo que não passa. 
Porque é difícil desligarmo-nos dos aparelhos que não desligam.
Porque a angústia nos pesa, e pesa incomparavelmente mais do que eles. 
Porque não temos de decifrar-lhes o choro, mas saber ler gráficos e interpretar apitos. 
Porque procuramos certezas nas batas brancas sem rosto ou treinadas para exibir cara de poker. Mas são elas que dão as cartas e as apostas são os gramas ganhos no dia seguinte.  
Porque pedir autorização para dar colo a um filho é cruel.
Porque voltar para casa sem essa parte de nós é penoso.
Porque o júbilo de os levar para casa confunde-se com o medo.
Por isto, e por muito que cresça, um bebé prematuro não deixa de o ser.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s