Gravidez-pais-filhos · pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Não vão ouvir o coração inquieto da mãe assim que chegam, tampouco conhecem o colo dos pais nesse dia… Não vão para casa com uns pais extasiados e deixam um quarto à espera, inanimado mas ansioso… Não ouvem músicas de embalar mas a mesma nota, compassada e monitorizada… Vestem roupa de bonecos e vêem o… Continue reading

Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Os “grandes”

“Escola dos grandes”, disseram eles. Pronta e desconcertante, a lógica do raciocínio infantil. Estes grandes também se sujam a comer a sopa, também não têm os dentes todos, também andam de forma atrapalhada e têm a pele como quando saímos do banho. “De velhinho se torna a menino”, diz-se… Não podia discordar mais e entristece-me… Continue reading Os “grandes”

pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

Avós, os pais com açúcar!

Avós, os “pais com açúcar”. Designação feliz, esta! Não diz (só) respeito aquele açúcar branco, refinado que, de repente, passa a ser permitido não apenas nos dias de festa!… É o doce dos diminutivos que lhes desconhecíamos do léxico gramatical… Os “deixa lá”, “só desta vez”, os “coitadinhos” que nos pasmam vindos de onde vêm!…… Continue reading Avós, os pais com açúcar!

Pensamentos soltos · Relações humanas · só entre irmãos · Uncategorized

É teu!!

O paradoxo fraterno de sabor agridoce. Jornada (contínua!) de disputa de pertences, pronomes possessivos (“não é teu, é meu!”) complementos diretos e até verbos transitivos (é inconcebível partilhar o “querer”, o “gostar”…). À noite, a narrativa é poema e há que zelar a todo o custo para que o outro leve consigo o que, afinal,… Continue reading É teu!!

pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

As picas!

Sim, sou maricas! As agulhas nunca foram as minhas melhores amigas. As de linha… Bom, a minha irmã ficou com o jeito dela e com o meu. Quanto às outras, ainda hoje tenho de virar a cara na hora H… (que, na realidade, são segundos, ou largos minutos, porque todo aquele “mise en place” leva… Continue reading As picas!

pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas · Uncategorized

O pai está triste!

O pai está triste. Um dos motivos pelos quais me procuram: explicar a morte às crianças. A forma como as crianças compreendem a morte depende, obviamente, da idade. Em idade pré-escolar (2 aos 5 anos) a criança está numa fase egocêntrica e muito literal na forma como interpreta o mundo. Logo, deverão evitar-se eufemismos e… Continue reading O pai está triste!