pais e filhos · Pensamentos soltos · Psicologias · Relações humanas

Para não ficar perdido

Há diálogos que nos racham o coração e fendem o discernimento:“Mãe, para que é que tu tens mamã e papá?” “E tu, para que é que tens mamã e papá?”_ “Para não ficar perdido!…”Não falei. A voz ter-me-ia saído tremida numa escala de Richter que abalaria o momento. Aquele em que me divido entre o… Continue reading Para não ficar perdido